Tags

, , ,

Nesta semana, apresentamos a você opções de hidratações capilares que ajudam na recuperação dos fios ressecados, com frizz e pontas duplas.

Para completar nosso menu de opções, destacamos a cauterização – um tratamento de choque que caiu no gosto de profissionais e clientes, devido aos eficazes e duradouros efeitos que apresenta a partir da primeira aplicação.

O profissional do NaBahia, Ivan Brito, explica o que é este tratamento e quais seus benefícios. Acompanhe:

O que é?

A cauterização age interna e externamente no fio, ou seja, do córtex para a cutícula. Ela recupera a elasticidade e devolve as propriedades nutritivas que mantém a saúde do cabelo, suavizando as pontas duplas e o frizz.

Popularmente falando, a cauterização é uma hidratação profunda que sela as escamas do fio (abertas por diversos fatores, dentre eles: sol, cloro e vento), devolvendo aos cabelos a maciez e o brilho.

Componente químico

Uma das principais propriedades do cabelo é a QUERATINA – componente essencial do fio, formado por aminoácidos que preenchem as fissuras e recompõem a fibra do cabelo. Quando há a perda desse componente os cabelos ficam ressecados, quebradiços porosos e sem vida. A cauterização consiste em repor essa queratina que foi perdida,  hidratando e restaurando fio a fio.

Recomendação

Esse procedimento é recomendado para qualquer tipo de cabelo, sobretudo aqueles que estão muito ressecados, quebradiços, volumosos, com pontas duplas, e desidratados por processos químicos e uso de chapinha.

Passo a passo

Para se obter um resultado mais eficiente, o recomendado é fazer a cauterização em salão de beleza por um profissional, seguindo as seguintes etapas abaixo:

1 – Os cabelos são lavados com xampu anti-resíduos (limpeza profunda) 2 vezes para abrir a cutícula. Depois, o excesso d’água  é retirado com uma toalha, preparando-os para receber a máscara de hidratação.

2 – Mecha a mecha são separadas para aplicação de um reestruturador  à base de colágeno. O produto age por 20 minutos e depois os cabelos são enxaguados.

3 – Depois disso, aplica-se um produto rico em queratina.

4 – Espalhado o produto, os cabelos são secos e chapados para melhor potencialização e penetração da queratina no fio.

5 – Para finalizar, o profissional aplica um óleo de silicone que deixam os cabelos mais brilhosos e comportados.

A repetição desse procedimento vai depender de uma nova análise do profissional e da exposição diária do cabelo. Esse período é, em média, de quatro a seis meses. Excelente custo-benefício.

Anúncios