Tags

, ,

Dois anos após trazer para a passarela do SPFW a temática do rio São Francisco, o estilista mineiro Ronaldo Fraga reacende a discussão com a exposição Rio São Francisco navegado por Ronaldo Fraga, que deve chegar a São Paulo em março e ficar em cartaz até o dia 30 de abril.

Vamos a um breve resumo sobre o rio: ele nasce na Serra da Canastra, Minas Gerais, se estende até Bahia, Pernambuco, Sergipe e termina em Alagoas. São mais de 2.700 quilômetros de extensão.

Nos últimos anos, temos acompanhado a discussão sobre a transposição do rio para a região semiárida do Nordeste, com o intuito de irrigá-la. É o Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional, do Governo Federal, com orçamento de R$ 4,5 bilhões.

Proposta que desagrada muitos ribeirinhas e defensores do ecossistema do rio que, se modificado, prejudicará as espécies animal e vegetal. Aliás, já vem sendo modificado, sobretudo depois dos anos 70 com a construção de estradas e hidrelétricas – que inundaram diversas cidadezinhas e vilas.

O fato é que o São Francisco já não é mais o mesmo de quando o pai de Ronaldo voltava para casa com peixes de quase dois metros de comprimento. O rio está cada vez mais poluído e assoreado. Quem salvará o Velho Chico? Histórias como as que Ronaldo ouvia de seu pai, que impunham grande respeito às águas do São Francisco, continuarão a perpetuar?

Esperamos que sim! Mas muita coisa precisa ser mudada.

Assim que for divulgado o local da exposição postaremos no blog. Ela é itinerante e ainda deve passar por Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Recife, Maceió, Aracaju, Curitiba e Porto Alegre.

Anúncios