Tags

, ,

Do Portal Terra

“Só não posso ficar loira porque o meu filho não quer”. Esta foi a única exigência da dona de casa Shirlei de Fátima Nunes, 33, quando chegou para participar da transformação.  De resto, ela – e o menino de 11 anos – topava qualquer coisa. “Corto curto, tinjo de vermelho, sem problema algum”, disse. Nada disso, porém, estava nos planos dos hairstylists Lenir Bregantim e Thiago Braga, do salão NaBahia, de São Paulo.

 A principal proposta dos especialistas para a convidada foi criar mais volume ao seu ralo cabelo. Vítima de sucedidos alisamentos – ela chegou inclusive a fazer relaxamento e progressiva no mesmo dia–, Shirlei estava com os poucos fios bem finos e quebradiços. “Meu cabelo natural é bem cacheado, mas eu nasci para ter cabelo liso. Foi na gestação do meu filho que mudou a estrutura do meu cabelo”, a moça se justifica.

A boa notícia para nossa participante é que nem Lenir nem Thiago pensaram em deixar suas madeixas na forma natural. Antes de qualquer outro tratamento, Shirlei foi submetida e uma escova marroquina. “A marroquina tira volume da raiz e deixa o fio liso, ao mesmo tempo em que hidrata o cabelo”, explica Thiago. O primeiro passo, então, foi aplicar o produto na cabeça da convidada da semana.

Com o produto todo espalhado, chegou a hora da chapinha. “A raiz dela é muito cacheada, por isso, passei por toda ela. No topo da cabeça, fiz a chapinha empurrando para cima, no sentido contrário do nascimento, para dar volume e não deixar aquele aspecto lambido. A chapinha em contato com o produto também serve para selar as pontas”, explica o hairstylist.

A próxima etapa da transformação foi lavar o cabelo com o xampu e condicionador Seda SOS Reconstrução Estrutural. Em seguida, os fios limpos foram submetidos a uma leve escova para, assim, se iniciar a colocação do megahair. “A intenção do megahair neste caso é dar volume e não comprimento”, comenta Thiago.

O método escolhido foi o de queratina. Cada mecha foi colocada por cima da mechinha natural. Um aparelho que esquenta e derrete a queratina fez com que elas se colassem. O trabalho foi bastante minucioso para ninguém perceber que Shirlei colocou o megahair.

Feito de cabelo natural, este megahair utilizado na nossa participante custou aproximadamente R$ 2,5 mil, mas pode chegar a R$ 4 mil. Mas quando ela for fazer a manutenção poderá economizar. “Ela poderá reutilizar este mesmo cabelo, já que a ideia é volume e não comprimento. Com o mesmo aparelho que derrete a queratina, descolamos as mechas. As pontinhas, então, são cortadas e refeitas com a queratina para ser reaproveitada pela cliente”, ensina Lenir. A manutenção com o mesmo cabelo sai em torno de R$ 1,2 mil e ele pode ser reaproveitado por até três vezes.

Com o novo cabelo, chegou a hora do corte. “O corte não vai mexer muito no comprimento, é mais para alinhar o cabelo”, fala Thiago que, antes que alguém pergunte, ressalta que Shirlei não mudará a cor porque seu cabelo ainda não pode com a tintura. Voltando ao corte, o cabeleireiro repicou a frente para dar mais volume e deixou o centro mais curto e as laterais mais longas. “Esta é uma técnica que alonga o rosto”, diz.

Para finalizar, foi feita uma escova básica modeladora. Em casa, Shirlei poderá lavar e deixar o cabelo secar naturalmente, desde que use um creme sem enxágue.  Se preferir, ela pode secar e modelar as pontas com a escova. O resultado foi mais do que aprovado pela nossa convidada. “Adorei, pareço outra pessoa. É incrível o que o cabelo faz na vida de alguém”, comemorou.

Veja o vídeo da transformação no link do portal Terra!

Fotos: Andrea Felizzola