Tags

, ,

Após a depilação, muitas mulheres já tiveram (ou têm) o mesmo problema: surgimento de pelos encravados. Isso incomoda um pouco e pode até manchar a pele se não for manuseado corretamente.

Para evitar o surgimento deles, tome os seguintes cuidados:

  • Use sabonetes esfoliantes regularmente, pois ele contribui para desencravar os pelos;
  • Esfolie a pele três dias antes da depilação, assim, a camada de pele morta é retirada, facilitando o crescimento no novo pelo, após a depilação.
  • Use esponja vegetal durante o banho. Ela remove a camada de pele morta e da sujeira acumulada na pele;
  • Não reutilize a lâmina de depilação, isso ajuda a evitar infecções no caso de cortes durante a depilação;
  • Evite o uso de cremes e loções três dias após a depilação (com cera quente ou fria), pois ela deixa os poros abertos e mais vulneráveis.;
  • Não cutuque o pelo encravado, isso piora a situação e mancha a pele;
  • Se o pelo estiver muito profundo,procure a orientação de um dermatologista.

Além desses cuidados básicos, na depilação com cera, é preciso ter atenção na hora de puxar os pelos, que deve ser  sempre no sentido contrário do que eles crescem, orienta a nossa esteticista Edna Chiqueto. “Os pelos nascem em direções distintas. Não posso, por exemplo, passar a cera em toda a axila. Tenho que fazer por partes e observar como é o crescimento dos pelos. Nessa região, alguns crescem para cima e outros para baixo. Então, é preciso respeitar esta diferença e puxá-los sempre na direção oposta do crescimento”, afirma.

É muito importante frisar que não é aconselhável remover os pelinhos encravados em casa. Os acessórios devem estar bem esterilizados e a pele precisa passar por um processo quente para abrir os poros e facilitar na remoção desses indesejados pelos. Mas, caso fique alguma manchinha (daqueles que teimosamente tiramos em casa), procure um dermatologista para que ele receite um produto de clareamento específico para o seu tipo de pele.

Fotos: Getty Images

Anúncios