Tags

, ,

Do Portal Terra

A publicitária Paula de Moraes Matta, de 23 anos, já havia passado por uma boa mudança no ano passado, quando cortou suas longas madeixas num estilo Chanel. Por isso, ao chegar ao salão NaBahia – Art em Cabelos para participar da transformação foi logo dizendo que não gostaria de mexer no comprimento. “Agora que cresceu, quero manter o comprimento”, justificou.

Em contrapartida, nossa modelo da semana estava ansiosa para mudar a cor. Seu desejo era ficar loira, mas por ter um tom de pele não tão clarinho achava que não ficaria muito bem com os fios super clareados. “Acho que um tom mel combina mais com a minha pele”, comentou. Mas o cabeleireiro Luís Eduardo Almeida foi logo tratado de dar fim a esta crença.

O profissional garantiu a Paula que ela poderia, sim, ficar loiríssima. “O segredo é não mexer muito no fundo. Agora, o comprimento e as pontas podem clarear bastante”, explicou. A publicitária, que sempre teve vontade de ser loira mesmo, não pensou duas vezes e confiou na opinião de Edu.

Passo a passo para virar loira
O processo da transformação começou justamente pela raiz. O cabeleireiro aplicou uma tinta no tom loiro escuro irizado (6.2) em todo o fundo do cabelo de Paula. “A intenção aqui não é clarear, mas sim quebrar o castanho natural do cabelo dela”, comentou. Depois de aplicar toda a tinta, Edu já deu início à técnica de luzes para que as duas químicas agissem juntas. “Fazendo desta forma, o resultado fica mais bonito e natural”, disse.

O método escolhido foi o com papel alumínio. O cabeleireiro separou as mechinhas com o pente fino e aplicou o descolorante nelas antes de embrulhá-las. “Para dar o efeito que quero, passa bastante descolorante nas pontas e então vai subindo pincel pelo comprimento mais suavemente até encontrar a tinta”, ensinou.

Após o tempo de ação das químicas, que foi de aproximadamente 40 minutos, Paula foi levada ao lavatório onde passou pela última etapa de transformação da cor. Para chegar ao tom desejado, Edu ainda aplicou um tonalizante loiro ultra claro cinza violeta. “Este tonalizante serve pra quebrar o amarelado”, falou Edu. Depois de 10 minutos, os fios foram lavados e hidratados com a linha profissional da Seda.

Para completar a transformação, o corte. Edu respeitou o desejo de Paula e não mexeu no comprimento. Somente aparou as pontas e deu uma repicada leve para deixar o cabelo ‘mais ousado e mais feminino’. Depois da tesoura, chegou então a hora do secador. O profissional investiu em uma escova tradicional e nada mais. Ao ver o resultado final, a participante Paula ficou mais que satisfeita. “Sempre quis, mas não esperava ficar tão loira. Adorei!”, comemorou.

Assista ao vídeo da transformação.

Fotos: Andrea Felizolla